Matosinhos em Jazz

Trata-se de um festival fundado nos anos de 1990, com o objetivo de divulgar jazz nacional e internacional e que este ano, acontecerá em dois espaços e contando tambem com uma exposição, em volta do universo das artes dedicada a discos icónicos do jazz.

Com Mário Laginha, Cristina Branco e Lokomotiv o Festival Matosinhos em Jazz, terá concertos ao longo de julho, e muito centrado no Jazz de raiz portuguesa.

A acontecer nos fins de semana de julho, com os concertos no coreto, reservados aos dias 27 e 28 na praça Guilhermina Suggia, todos com entrada gratuita.

No coreto os concertos serão ao final da tarde com Mário Laginha Trio, Cristina Branco, Elas e o Jazz, Songbird, de Luís Figueiredo e João Hasselberg, Lokomotiv, o Coreto Porta-Jazz e os Jazzamboka premiados em 2017 no festival de Montréal.

Na Praça Guilhermina Suggia acontecerao as atuações, à noite, de Sérgio Godinho, com a Orquestra Jazz de Matosinhos, dia 27 e de Pedro Abrunhosa com a Orquestra Sinfónica do Porto no dia 28.

Serao expostas recriações de capas icónicas do jazz feitas por AKACorleone, Nash Does Work, Oficina Arara e peladupla Francisco Queimadela e Mariana Caló e haverá também um debate sobre jazz, a 07 de julho, no coreto, com a participação de, entre outros, Pedro Guedes, mentor da Orquestra Jazz de Matosinhos, Luís Salgado, programador do espaço Maus Hábitos, e Joaquim Mota, da Rádio Nova.

 

Antonio Sousa

Share

Últimos artigos

Be the first to comment on "Matosinhos em Jazz"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*